São Precisos Dois Para Dançar o Tango
(It Takes two to tango)

O significado do provérbio “São Precisos Dois para dançar o Tango” é manipulado para comunicar uma mensagem com um trocadilho inesperado no seu final: são necessárias duas pessoas envolvidas numa relação, para ambas serem responsáveis pelo sucesso ou falhanço desta (consequências que afetam os filhos), tanto quanto são necessárias duas nações (Israel e Palestina) a serem ambas culpadas por um conflito de sangrentas retaliações, aparentemente intermináveis (2006).